Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 31 de março de 2015

Sim, isso é um adeus.






 Sim, isso é um adeus

Estou seguindo a minha vida, como você mandou, mas preciso escrever isso tudo antes.

Sim, isso é um adeus.

Não vou colocar "até breves" muito menos tentar confirmar com "nuca mais", mas a minha intenção é te transformar em passado e conseguir me deixar levar pelo rio da vida.

Não posso mais continuar ancorado a você.

Ainda assim, antes de rumar a uma nova etapa, queria lavar toda a roupa suja com meu coração.

Pode até ser que isso tudo aqui escrito seja problema estritamente meu, mas como você é parte envolvida, estou te adicionando a todo esse processo.

No fundo, eu queria poder falar de Saudade da Boa, de expectativa que dá frio na barriga e o Sorriso que se abre só de pensar na gente.

Mas não, não posso falar de nada disso, porque isso pertence apenas ao que ficou no passado.

Falta apenas eu me convencer de que tudo acabou.

Veja bem, eu queria que fosse você.

Nos meus sonhos mais malucos, era você:-
- Quem acordava comigo na cama, 
- Quem me dava bom dia, 
- Quem mandava mensagem perguntando onde a gente iria jantar em plena quarta-feira.

Era Você nas viagens, nos porta-retratos, nas histórias da família.

Era você quem eu queria.

Sempre quis.

E fui deixando que todas essas divagações enraizassem em mim de tal forma que, agora, só vejo como única saída essa tentativa de te arrancar de vez.

Já fui traído várias vezes antes ao me decicir fazer isso.

Traído por um coração teimoso em te ter aqui.

Agora não.

Tenho carta branca de tudo ao meu redor.

Era pra ser você, mas você não quis ser.

Não te culpo, não me culpo.

A gente precisa entender que nem tudo sai como o planejado e num todo sonho se realiza.

Não posso dizer que não deu em nada.

Deu em Amor.

Deu em coisas lindas que vou levar pra sempre.

Deu, inclusiva, nesses sonhos que criei com base no que eu sentia.

E eu senti muito forte.

Como um fogo que logo se espalha pela vegetação rasteira e incendeia o que encontra pelo caminho.

Meu coração foi um ardor incrível, mas cansou de se queimar na brasa das cinzas que restaram.

Estou seguindo minha vida, como a planta que nasce do solo renovado.

Ainda há esperança e, certamente, lá na frente, eu serei bem mais Feliz.


 Gustavo Lacombe 



@glacombetextos


Agradecimento - Oração


Agradecimento  
Oração 

Agradeço-Te, ó Deus porque, sou parte de Tua vontade, vivo, penso e existo em Ti. 

Agradeço-Te pela inteligência, sabedoria e eternidade que residem em meu espírito, permitindo viver em Tua vida, sentir a Tua verdade, se a felicidade. 

Agradeço-Te pelas infinitas oportunidades que tens colocado em meu caminho, estreitando a comunhão entre os meus semelhantes, experienciando o meu eu inferior com meu eu superior. 

Agradeço-Te pelo tempo que me destes para a evolução, pois para entender a tua presença o homem tem que viver e sofrer a sua própria convicção. 

Agradeço-Te a Prosperidade, a Saúde, a Doença, a Paz, o Amor, a Alegria, a Fé, a Justiça... a Vida Eterna. 

Agradeço-Te pela plenitude do ser. 

Leocádio José Correia
 Médium Maury Rodrigues da Cruz
Extraída da Obra:- “NO CENÁRIO DA VIDA”
Fonte: Revista Ser Espírita

segunda-feira, 30 de março de 2015

Crises sem Dor


Crises sem Dor

Fáceis de reconhecer as crises abertas.

Provação exteriorizada, dificuldade à vista.

Surgem, comumente, na forma de moléstias, desencantos, acidentes ou suplícios do coração, atraindo o concurso espontâneo das circunstantes a que se escoram as vítimas, vencendo, com serenidade e valor, tormentosos dias de angústia, como quem atravessa, sem maiores riscos, longos túneis de aflição.

Temos, porém, calamitosas crises sem dor, as que se escondem sob a segurança de superfície:-
- quando nos acomodamos com a inércia, a pretexto de haver trabalhado em demasia...

- nas ocasiões em que exigimos se nos faça o próximo arrimo indébito no jogo da usura ou no ataque da ambição...

- qualquer que seja o tempo em que venhamos a admitir nossa pretensa superioridade sobre os demais...

- sempre que nos julguemos infalíveis, ainda mesmo em desfrutando as mais elevadas posições nas trilhas da Humanidade...

- toda vez que nos acreditemos tão supostamente sábios e virtuosos que não mais necessitemos de avisos e corrigendas, nos encargos que nos são próprios...

Sejam quais sejam os lances da existência em que nos furtemos deliberadamente aos imperativos da auto – educação ou de auxílio aos semelhantes, estamos em conjuntura perigosa na vida espiritual, com a obrigação de esforçar-nos, intensamente, para não cair em mais baixo nível de sentimento e conduta.

Libertemo-nos dos complexos de avareza e vaidade, intransigência e preguiça que nos acalentam a insensibilidade, a ponto de não registrarmos a menor manifestação de sofrimento, porquanto, de modo habitual, é através deles que se operam, em nós e em torno de nós, os piores desastres do espírito, seja pela fuga ao dever ou pela queda na obsessão. 
  
Livro:- "Estude e Viva"
Emmanuel
 Francisco Cândido Xavier 
 Waldo Vieira
                                      Fonte: CACEF
 

O que é a Compaixão ?


 
O que é a Compaixão?

A compaixão é a virtude de empatia pelo sofrimento dos outros. 

É considerado como uma parte fundamental do amor humano, e uma forma de maior interconexão social e humanitária, com os mais elevados princípios de filosofia, da sociedade e personalidade.

Frases Sobre Compaixão

Todos os seres vivos buscam a felicidade; direcione sua compaixão para todos. 
Mahavamsa

Todas as almas nobres têm como ponto comum a compaixão. 
Friedrich Schiller

Só pela compaixão se pode ser bom. 
Joseph Joubert

Quando nos concentramos em esclarecer o que está sendo observado, sentido, e necessário ao invés de diagnosticar e julgar descobrimos a profundidade de nossa própria compaixão. 
Marshall B. Rosenberg

O destino é cruel e os homens são dignos de compaixão. 
Arthur Schopenhauer

Nossa tarefa deveria ser nos libertarmos… aumentando o nosso círculo de compaixão para envolver todas as criaturas viventes, toda a natureza e sua beleza. 
Albert Einstein

Não há nada tão digno de compaixão quanto um infeliz que já conheceu a felicidade. 
Cícero

Melhorar o mundo é melhorar os seres humanos. 

A Compaixão é a Compreensão da Igualdade de Todos os Seres, é o que nos dá força interior. 

Se só pensarmos em nós mesmos, nossa mente fica restrita. 

Podemos nos tornar mais felizes e, da mesma forma, comunidades, países, um mundo melhor. 

A medicina já constatou que quem é mais Feliz, tem menos problemas de saúde. 

Quando cultivamos a compaixão temos mais saúde. 

Dalai Lama
Fonte: mensagens.culturamix.com

domingo, 29 de março de 2015

O Nosso Guri


 O Nosso Guri

 Ele vai sair correndo do quarto e te acordar.

Vai subir na nossa cama e te sacudir até que levante e faça o suco dele.

Tão crescido, mas ainda tão dependente.

Parecerá ter sido ontem que ainda falávamos do nosso filho, como um sonho distante.

E eu que dei o nome a ele.

Você não concordou muito, mas no final até que gostou.

Em pé na cozinha, num sábado de manhã, sei que não pensará em trocar aquele afazer por mais cinco minutos de sono.

Nosso menino é quem estará puxando a barra do short do seu pijama e sorrindo enquanto esfrega os olhos.

Aquela cena valerá tudo.

Você irá se virar pra geladeira pra pegar queijo e presunto para fazer um sanduíche e refletirá, diante de chambinhos, chandelles, yacults e toddynhos, que toda a mudança foi muito rápida.

Poderá ter levado uns bons sete anos, mas sempre parecerá que foram sete dias.

Voltará na sala para arrumar a mesa e se pegará olhando pra porta do quarto.

Pensará que eu podia ter acordado também, mas meu sono (desde) sempre foi mais pesado que o seu.

Ah, e o seu sanduíche é bem melhor que o meu.

Nosso filho já terá descoberto isso e, por isso, te atacará nessas manhãs.

E quando qualquer um de nós demorar a levantar, aí sim, ele lançará uma bomba atômica de pulos bem no meio da nossa cama.

Não haverá quem consiga dormir, né ?

Depois de colocá-lo sentado pra tomar café, você se pegará olhando pros porta-retratos.

Já te vejo refazendo a trajetória completa da nossa vida nas fotos que insistirão em denunciar que fomos felizes.

Engraçado, mas porta-retratos sempre soam como pedantes, portadores de uma felicidade que se perdeu no tempo e não voltará.

Bobagem.

Essa felicidade estará smpre por aqui, encrostada nas paredes, misturada ao cheiro de roupa limpa e visível nos olhares, que levaremos daqui pro mundo.

Da nossa casa para outros olhares.

Nosso Amor multiplicado.

E é o jeito que ele vai te olhar enequanto come aquele sanduíche.

É o jeito que ele vai se levantar depois e dizer "Obrigado, Mamãe".

É o jeito que  realizaremos tudo isso que sonhamos e planejamos um dia.

Acontecendo bem diante dos nossos olhos desde o dia em que eu te disse:-
- Vem ?

e você me disse:-
- Vou."


 Gustavo Lacombe 



O Trem da Vida


O Trem da Vida

Você já viajou de trem alguma vez?

Numa viagem de trem podemos notar uma grande diversidade de situações, ao longo do percurso.

E a nossa existência terrena bem pode ser comparada a uma dessas viagens, mais ou menos longa.

Primeiro, porque é cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, surpresas agradáveis em alguns embarques e grandes tristezas em algumas partidas.

Quando nascemos, entramos no trem e nos deparamos com algumas pessoas que desejamos que estejam sempre conosco:-
- São nossos pais.

Infelizmente, isso não é verdade; em alguma estação eles descerão e nos deixarão órfãos de seu carinho, amizade e companhia insubstituíveis...

Mas isso não impede que durante a viagem outras pessoas especiais embarquem para seguir viagem conosco:-
- São nossos irmãos, amigos, amores.

Algumas pessoas fazem dessa viagem um passeio. 

Outras encontrarão somente tristezas, e algumas circularão pelo trem, prontas a ajudar a quem precise.

Muitas descem e deixam saudades eternas... 

Outras passam de uma forma que, quando desocupam seu acento, ninguém percebe.

Curioso é constatar que alguns passageiros, que nos são caros, se acomodam em vagões distantes do nosso, o que não impede, é claro, que durante o percurso nos aproximemos deles e os abracemos, embora jamais possamos seguir juntos, porque haverá alguém ao seu lado ocupando aquele lugar.

Mas isso não importa, pois a viagem é cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas...

O importante, mesmo, é que façamos nossa viagem da melhor maneira possível, tentando nos relacionar bem com os demais passageiros, vendo em cada um deles o que têm de melhor.

Devemos lembrar sempre que, em algum momento do trajeto, eles poderão fraquejar e, provavelmente, precisemos entendê-los, porque nós também fraquejaremos muitas vezes e, certamente, haverá alguém que nos entenda e atenda.

A grande diferença, afinal, é que no trem da vida jamais saberemos em qual parada teremos que descer, muito menos em que estação descerão nossos amores, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado.

É possível que quando tivermos que desembarcar, a saudade venha nos fazer companhia...

Porque não é fácil nos separar dos amigos, nem deixar que os filhos sigam viagem sozinhos. 

Com certeza será muito triste.

No entanto, em algum lugar há uma estação principal para onde todos seguimos...

E quando chegar a hora do reencontro teremos grande emoção em poder abraçar nossos amores e matar a saudade que nos fez companhia por longo tempo...

Que a nossa breve viagem seja uma grande oportunidade de aprender e ensinar, entender e atender aqueles que viajam ao nosso lado, porque não foi o acaso que os colocou ali.

Que aprendamos a amar e a servir, compreender e perdoar, pois não sabemos quanto tempo ainda nos resta até à estação onde teremos que deixar o trem.

Se a sua viagem não está acontecendo exatamente como você esperava, dê a ela uma nova direção.

Se é verdade que você não pode mudar de vagão, é possível mudar a situação do seu vagão.

Observe a Paisagem Maravilhosa com que Deus enfeitou todo o trajeto...

Busque uma maneira de dar utilidade às horas. 

Preocupe-se com aqueles que seguem viagem ao seu lado...

Deixe de lado as queixas e faça algo para que a sua estrada fique marcada com rastros de luz...

Pense nisso... 

E, boa viagem!

Redação do Momento Espírita

sábado, 28 de março de 2015

A Responsabilidade de Fazer Alguém Sorrir


A Responsabilidade de Fazer Alguém Sorrir 

De repente, eu me senti responsável pelos sorrisos dela.

Não só pelos sorrisos, mas por ela como um todo também.

Se alguma tristeza se apresentava, me prontificava a ajudar a espantá-la.

O bem-estar dela era parte fundamental no meu.

Fui percebendo que, do mesmo jeito que me entregava, ela também se doava.

Era um querer mútuo, recíproco e lindo.

Assim, os sorrisos em nossos rostos eram primordiais.

E eu é que passei a considerar os dela aparte essencial da minha guarda.

Eu, Cavalheiro Real da Felicidade.

Longe de ser príncipe, mas com toda a vontade de fazer dela rainha.

Aqueles sorrisos eram o reflexo da nossa felicidade e sintonia.

É claro que não podia controlar todos e determinar o momento em que cada um deles apareceria.

Até porque, os de nervoso ou os amarelos, por exemplo, nada tinham a ver comigo.

O que me esforçava, então, era para que, quando a gente estivesse junto - fosse fisicamente ou apenas em pensamento, pudesse proporcionar momentos bons ou memórias melhores ainda.

Me esforçava a cumprir algumas expectativas, armar surpresas.

Com tudo isso, só enxergava um único caminho possível:-
- O de fazer aqueles olhinhos se fecharem mais vezes de tanto sorrir.

Como um abraço gostoso que fecha alguém contra o peito e demora tempo suficiente para se tornar um lar, fiz de mim a casa de coisas boas pronta a recebê-la e torná-la moradora pelo tempo que quisesse.

Com a responsabilidade de tê-la em minha vida e perpetuar o brilho, dos olhos e do sorriso.

Gustavo Lacombe

| 18 de março de 2015 às 10:08 am | 

A Ironia e a Verdade


 A Ironia e a Verdade

Nas grandes horas, nunca falta a ironia, em derredor dos servidores da Verdade Eterna. 

E, para confortar os seus seguidores, suportou-a Jesus, heroicamente, no extremo testemunho.

Amara a todas as criaturas de seu caminho, com igual devotamento, servira-as, indistintamente, entregando-lhes os bens de Deus, sem retribuição, exemplificara a simplicidade fiel e multiplicara os beneficiários de todos os matizes, em torno de seu coração por onde passasse. 

Desdobrava-se-lhe o Apostolado Divino, sem vantagens materiais e sem interesses inferiores, mas os homens arraigados à Terra não lhe toleraram as revelações do Céu.

 Porque não podiam destruir-lhe a verdade, entregaram-no à justiça do mundo e, tão logo organizado o processo infamante, a ironia rondou o Senhor até a crucificação.

Trouxera o Evangelho Libertador à Humanidade e recebeu a calúnia e a perseguição. 

Ele, que ouvia a Voz Suprema, foi preso por varapaus.

Distribuíra benefícios para todos os séculos, contudo, foi segregado num cárcere. 

Vestira as almas de esperança e paz, no entanto, impuseram-lhe a túnica do escárnio. 

Ensinara sublimes lições de renúncia e humildade e foi submetido a perturbadores interrogatórios pelos acusadores sem consciência.

Rompera as algemas da ignorância, entretanto, foi coagido a aceitar a cruz. 

Coroou a fronte dos semelhantes com a luz da libertação espiritual, todavia, foi coroado de espinhos ingratos. 

Oferecera carícias aos sofredores e desamparados do mundo, recebendo açoites e bofetadas. 

Fundara o Reino do Amor Universal e obrigaram-no a empunhar uma cana à guisa de cetro.

Ensinou a ordem entre os homens pela perfeita fidelidade ao Supremo Senhor e o boato lhe pôs na boca expressões que nunca pronunciou. 

Abrira na Terra a fonte das Águas Vivas, entretanto, deram-lhe vinagre quando tinha sede. 

Ele que amara a simplicidade, a religião e o respeito, foi crucificado seminu, sob o cuspo da perversidade, entre dois ladrões.

Jesus, porém, sentindo embora a ironia que o cercava, não reclamou, nem feriu a ninguém, não comprometeu os companheiros, nem exigiu a consideração de seus deveres. 

Compreendeu a ignorância dos homens, rogou para eles o perdão do Pai e dirigiu-se a outros trabalhos, no seu divino serviço à Humanidade.

Nenhum servidor fiel do bem, portanto, escapará ao assédio da ironia. 

É preciso, porém, recordar o Mestre, evitar o escândalo, pedir ao Supremo Pai pelos escarnecedores infelizes e continuar trabalhando com o Senhor, dentro da mesma confiança do primeiro dia.

Livro:- “Coletâneas do Além” 
 Espíritos Diversos
Francisco Cândido Xavier

sexta-feira, 27 de março de 2015

Você sente Culpa ?


Você sente Culpa ?

Existem as culpas pequenas e as grandes. 

As que ficam por algumas horas e as que perseguem para o resto da vida. 

As primeiras são os pequenos pecados do dia-a-dia, as mentiras bobas, os deslizes, que até nos impedem de dormir muitas vezes... mas são passageiras e acabam tornando-se banais e nem se pensa muito. 

As últimas são terrivelmente pesadas de se carregar, elas podem destruir a vida toda de uma pessoa.
 

São raras as pessoas que recebem uma condenação de outros por algum ato cometido, que não tentem se defender ou se justificar. 

Mas não há quem se condene a si mesmo que procure aliviar sua culpa com desculpas.
 
A questão não está nas coisas sem conseqüências.

Essas coisas fazem parte das marés do dia-a-dia e perdoamo-nos tão facilmente como cometemos os erros. 

A questão está nas culpas que chegam sozinhas, os acidentes pelos quais as pessoas se responsabilizam, as perdas e sofrimentos os quais as pessoas se dizem que poderiam ter evitado se tivessem feito isso ou aquilo e se condenam a cada instante.
 
As auto-punições não resolvem. 

O recusar-se à felicidade não corrige erros, não compensa as dores. 

O abandonar-se não faz ir adiante. 

Dormir mais horas para não ver passar o tempo não vai diminuir o tempo determinado por Deus para a vida de cada um. 

E tentar encurtar esse tempo, dom de Deus, pelos próprios meios, só pode trazer uma condenação eterna, que ninguém merece.
 
Somos nós nossos juízes mais severos, se somos também nossos promotores mais duros. 

Mesmo com toda compreensão, com todo Amor, toda ajuda possível, não podemos nos livrar de culpas se essa libertação não vem do nosso interior, se ela não vem com a ajuda dAquele que sendo tudo, ainda nos prometeu um coração novo.
 
Então... o Anjo que o Senhor prometeu estar à nossa volta, nos diz isso:-
 
- Não importa em quantos pedaços seu coração foi quebrado, Jesus pode restaurá-lo.
 
- Não importa o que você fez, onde você andou, nem os caminhos que escolheu, Jesus ama você acima das suas escolhas.
 
- Não importa quantas vezes você caiu e quantas se levantou, Jesus pode levantar você de uma vez por todas.
 
- Não importa qual foi seu pecado, se os homens te condenaram ou absolveram, Deus te absolve.
 
- E se Deus absolve... acredite nEle:-
- Você é livre!
 
Letícia Thompson

Não Te Pertubes


Não te perturbes

“E o mandamento que era para a vida, achei eu que me era para a morte.” 
– Paulo. (Romanos, 7:10.)

Se perguntássemos ao grão de trigo que opinião alimenta acerca do moinho, naturalmente responderia que dentro dele encontra a casa de tortura em que se aflige e sofre; no entanto, é de lá que ele se ausenta aprimorado para a glória do pão na subsistência do mundo.

Se indagássemos da madeira, com respeito ao serrote, informaria que nele identifica o algoz de todos os momentos, a dilacerar lhe as entranhas; todavia, sob o patrocínio do suposto verdugo, faz-se delicada e útil para servir em atividades sempre mais nobres.

Se consultarmos a pedra, com alusão ao buril, certo esclarecerá que descobriu nele o detestável perseguidor de sua tranquilidade, a feri-la, desapiedado, dia e noite; entretanto, é dos golpes dele que se eleva aos tesouros terrestres, aperfeiçoada e brilhante.

Assim, a Alma. 

Assim, a luta.

Peçamos o parecer do homem, quanto à carne, e pronunciará talvez impropriedades mil. 

Ouçamo-lo sobre a dor e registraremos velhos disparates verbais. 

Solicitemos-lhe que se externe com referência à dificuldade, e derramará fel e pranto.

Contudo, é imperioso reconhecer que do corpo disciplinado, do sofrimento purificador e do obstáculo asfixiante, o Espírito ressurge sempre mais aformoseado, mais robusto e mais esclarecido para a imortal idade.

Não te perturbes, pois, diante da luta, e observa.

O que te parece derrota, muita vez é vitória. 

E o que se te afigura em favor de tua morte, é contribuição para o teu engrandecimento na vida eterna.


Fonte Viva
Emmanuel
Francisco Cândido Xavier