Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Existência é .....




Sem esforço de nossa parte .....



Sem esforço de nossa parte, jamais atingiremos o alto da montanha.

Não desanime no meio da estrada:-
- Siga à frente, porque os horizontes se tornarão amplos e maravilhosos á medida que for subindo.

Mas não se iluda, pois só atingirá o cimo da montanha se estiver decidido a enfrentar o esforço da caminhada.


quarta-feira, 28 de junho de 2017

Sinais de que o Espírito de Alguém está por perto !!!


Sinais de que o Espírito de Alguém está por perto !!!


É difícil perder alguém a quem nos sentíamos bastante chegados. 

Todos perdemos alguém em algum ponto de nossas vidas, é uma realidade da natureza e, infelizmente temos que encarar isso da melhor maneira possível.

No entanto, apesar de o corpo de alguma pessoa não estar mais entre nós, não significa que a pessoa tenha desaparecido para sempre de nossas vidas! 

Aqui estão alguns sinais que podem significar que os seus entes queridos que se foram não deixaram o seu lado definitivamente!

1. Você sente o seu cheiro
Quando o espírito de alguém querido está por perto, ele pode se manifestar de diversas maneiras. 

Uma das mais comuns é o olfato. 

O cheiro de uma pessoa é, frequentemente, uma das conexões mais fortes com ela. 

Pode ser o cheiro de tabaco do cigarro ou um perfume, ou até mesmo o aroma de sua comida preferida sendo preparada. 

Aprecie isso, é uma mensagem sendo enviada diretamente de seu amado falecido.

2. Eles aparecem nos seus sonhos
Essa é uma das maneiras mais comuns que os espíritos usam para interagir conosco. 

Nossas mentes subconscientes sempre são mais abertas ao mundo espiritual, frequentemente deixando ele entrar. 

Sonhos envolvendo espíritos são incrivelmente realísticos e nem um pouco como sonhos normais. 

Preste atenção ao que eles podem significar, pode ser uma mensagem.

3. Suas coisas somem
Você pode sentir como se tivesse se perdido quando percebe que itens do dia a dia somem dos locais usuais. 

Pode ser um parente ou amigo falecido brincando com você. 

Pode parecer bobo, mas não significa que eles perderam o desejo de brincar com você. 

Ria com eles!

4. Pensamentos incomuns
Você pode experienciar pensamentos que sente não serem seus, quase como se seu monólogo interno seja ocupado por outra pessoa. 

Pode ser um sinal de que as pessoas falecidas ainda estão com você. 

Se você se sente com pensamentos externos, preste atenção a eles, especialmente quando eles começarem a conversar com você.

5. Sinais no funeral

Segundo James Van Praagh, um renomado psíquico, os espíritos vão aos seus próprios funerais. 

Eles andam pela sala tentando confortar os seus amigos mais queridos e dar sinais de que está tudo bem. 

Frequentemente, por que as pessoas estão tão desconcertadas no luto, esses sinais passam desapercebidos. 

Quando for a um funeral fique aberto aos sinais que eles oferecem.
Autor: James Van Praagh


James Van Praagh é um medium, escritor e produtor de televisão. 

Ele já escreveu vários best-sellers e livros que tratam de espiritualidade, por intermédio da comunicação com espíritos, que foram traduzidos em mais de 50 línguas no mundo inteiro.


Ailurofilia !!!!



segunda-feira, 19 de junho de 2017

O Choro da Estrela



10 Lições de Vida Que as Crianças Devem Aprender na Escola


Na escola, as crianças aprendem muito o que não vai ser útil para elas mais tarde na vida. 
Obter uma boa educação é importante, mas as escolas poderiam ensinar outros aprendizados sobre a vida. 
As crianças e adolescentes precisam ter essas aulas, que lhes permitirá serem corretos, independentes, corajosos, mas respeitosos e amáveis. 
Abaixo estão dez lições que as escolas devem incluir:-


Muitos vão tentar persuadi-lo, mas saiba que eles não podem decidir nada na vida por você. 
Certifique-se de que o caminho que você decidir tomar se alinha com sua própria intuição e desejos. 
Não há problema em mudar de caminho ou criar um novo.


Paciência é a capacidade de manter uma boa atitude, enquanto trabalha duro para alcançar o que deseja. 
Ser paciente é dar a si o tempo necessário para alcançar seu objetivo. 
A paciência é o ritmo, não a espera. 
Trata-se de ter o seu tempo próprio para trabalhar com mais de um processo em torno de você.


Cometer erros é parte do processo de aprendizagem e a maioria dos erros são inevitáveis. 
E cometê-los não é um problema, mas não aprender com eles é. 
Lembre-se que, por trás de cada grande sucesso, houve mil tentativas fracassadas para chegar ao topo.
 



Não espere que o sucesso chegue até você apenas sentado olhando ao redor. 
Você é o que faz, não o que diz que vai fazer. 
Lembre-se de que as coisas boas vêm para aqueles que trabalham com metas significativas. 
Pergunte a si mesmo o que é importante e tenha a coragem de construir sua vida em torno da sua resposta.


Aprenda a aceitar a alguns pedidos de perdão que talvez nunca cheguem, pois isso vai tornar a vida mais fácil. 
A chave é ser grato por cada experiência, seja ela positiva ou negativa. 
Em vez de ficar chateado com uma situação, dê um passo à frente e diga "obrigado pela lição". 
Perceba que rancores do passado são um desperdício de felicidade. 
Quando você perdoa, está se permitindo deixar ir o passado.

Seja corajoso e ande longe de pessoas que te façam sentir-se desconfortável e inseguro. 
Se alguém que está contigo te causa esse desconforto, ou se você se sente emocionalmente drenado ou ansioso depois de passar um tempo com eles, ouça a sua intuição e deixe essas pessoas para lá. 
Aceite a companhia de quem te inspira e te faz ser a melhor versão de si mesmo.

As coisas que você possui não têm influência sobre quem você é como pessoa. 
Entenda que vivemos em uma cultura extremamente consumista que dá mais importância às coisas materiais do que ligações e experiências significativas. 
Torná-lo um ponto para criar suas próprias conexões sem ser influenciado pelo que você vê na TV, lê em revistas de moda e assim por diante. 
 

Tenha em mente que as coisas mudam, muitas vezes de forma espontânea. 
Pessoas e circunstâncias vêm e vão. Lembre-se que a vida não para por ninguém. 
Ela tem a capacidade de passar da calma para o caos em questão de segundos. 
Eventos imprevisíveis acontecem e podem acontecer a qualquer momento. 
Assim, quando a vida é boa, absorva cada momento, e divirta-se. 
E quando a vida ficar desafiadora, saiba que esses momentos não duram para sempre.


Quando somos crianças, a nós nos é ensinado a sermos gentis com os outros. 
Mas à medida que envelhecemos, precisamos nos lembrar que, embora seja importante sermos gentis, é importante que sejamos bons para nós mesmos também. 
Não se veja através dos olhos daqueles que não te valorizam, saiba seu valor.


Enquanto o desconhecido possa parecer temeroso, a única coisa que você precisa temer é viver com muito medo de agir. 
Seja forte, tenha coragem, desbrave e não se deixe ter medo ao realizar seus sonhos. 

domingo, 18 de junho de 2017

A busca de si mesmo. pps Amélia Soares .Vd : frespinho. wmv

Dicas Para Maiores de 60 Anos (E Para Quem Vai Chegar Lá)



Dicas Para Maiores de 60 Anos 
(E Para Quem Vai Chegar Lá)

Apresentamos a seguir uma seleção de dicas e sugestões para aqueles que passaram das suas bem-vividas 60 primaveras e para quem ainda não chegou lá e, quando chegar, quer vivê-las plenamente. 

Algumas você já sabe, outras podem lhe surpreender... 

Enfim, leia, reflita, coloque em prática o que lhe convém e... tenha uma ótima vida!

1. É hora de usar o dinheiro (pouco ou muito) que você conseguiu economizar.  
Use-o para você, não para guardá-lo. 
Não desfrute-o com aqueles que não têm a menor noção do sacrifício que você fez para consegui-lo. 
Geralmente alguns parentes, mesmo que distantes, têm ótimas ideias sobre como aplicar o seu suado dinheiro. 
Lembre-se que não há nada mais perigoso do que um parente com ideias. 
Atenção:-
- Não é época de fazer investimentos grandiosos. 
Eles acabam trazendo problemas e agora é hora de ter muita paz e tranquilidade.

2. Pare de se preocupar com a situação financeira dos seus filhos e netos
Não se sinta culpado por gastar o dinheiro consigo mesmo. 
Você provavelmente já ofereceu o que foi possível na infância e juventude, como uma boa educação. 
Agora a responsabilidade é deles.

3. Não é mais época de sustentar pessoas de sua família
Estamos nos referindo aos "folgados", evidentemente. 
Seja um pouco egoísta, mas não avarento. 
Tenha uma vida saudável, sem grande esforço físico. 
Faça ginástica moderada (como andar regularmente) e coma bem e corretamente.

4. Compre sempre o melhor e mais bonito. 
Lembre-se que, neste momento, um objetivo fundamental é o de gastar dinheiro com você mesmo, com seus gostos e caprichos, bem como os do seu parceiro. 
Após a morte, o dinheiro só gera ódio e ressentimento.

5. Nada de angustiar-se com pouca coisa. 
Na vida tudo passa, sejam os bons momentos para serem lembrados, sejam os maus, que devem rapidamente ser esquecidos. 



6. Independente da idade, sempre mantenha vivo o amor. 
Ame o seu parceiro, ame a vida, ame o seu próximo... 
E LEMBRE-SE:-
- "Um homem nunca é velho enquanto lhe resta a inteligência e o afeto".

7. Cuide da sua aparência. 
Frequente o cabeleireiro ou o barbeiro, faça as unhas, vá ao dermatologista, dentista, e use bons perfumes e cremes com moderação. 
Porque se agora você não é bonito, é, pelo menos, bem conservado.

8. Acompanhe as tendências da moda, adaptando-as ao seu físico e à sua idade
Há pouca coisa mais patética do que uma pessoa de meia-idade com penteados e roupas feitas para gente jovem e sarada.
 

9. SEMPRE mantenha-se atualizado.   
Leia livros e jornais, ouça rádio, assista bons programas na TV, visite a internet com alguma frequência, envie e responda os seus e-mails e use as redes sociais, mas sem estresse ou como vício. 
Visite os amigos e receba-os também.

10. Respeite a opinião dos JOVENS
Muitos deles estão melhor preparados para a vida do que você imagina. 
Como nós quando tínhamos a idade deles.

11. Nunca use o termo "no meu tempo". 
Seu tempo é agora, não se confunda. 
Pode lembrar do passado, mas com saudade moderada e feliz por ter vivido.

12. NÃO caia na tentação de viver com seus filhos ou netos
Apesar de, ocasionalmente visitá-los por alguns dias como hóspede, respeite a privacidade deles, mas especialmente a sua. 
Se você perdeu o seu parceiro, consiga uma pessoa para ir morar com você e ajudar com as tarefas domésticas. 
Tome esta decisão somente quando não mais puder cuidar de si mesmo sozinho.

13. Pode ser muito divertido conviver com pessoas de sua idade. 
 E o mais importante, não vai funcionar com qualquer um, mas sim se você se reunir com pessoas positivas e alegres, nunca com "velhos amargos".

14. Mantenha um hobby
Você pode viajar, caminhar, cozinhar, ler, dançar, cuidar de um gato, de um cachorro, cuidar de plantas, jogar cartas, damas, xadrez, dominó, golfe, navegar na internet, pintar, fazer trabalho voluntário em uma ONG ou colecionar alguma coisa. 
Faça o que você gosta e o que seus recursos permitem.


15. ACEITE convites. Batizados, formaturas, aniversários, casamentos, conferências... Visite museus, vá para o campo... o importante é sair de casa por um tempo. Mas não fique chateado quando não for convidado. Certamente, quando você era jovem também não convidava seus pais para tudo.

16. Fale pouco e ouça mais. 
Sua vida e seu passado só importam para você mesmo. 
Se alguém lhe perguntar sobre esses assuntos, seja breve e tente falar sobre coisas boas e agradáveis. 
Jamais se lamente de nada. 
Fale em um tom baixo, cortês. 
Não critique ou se queixe de tudo, aceite situações como elas são. 
Tudo está passando. 
 
17. Dores e desconfortos sempre surgirão. 
 Não os torne mais problemático do que são. 
Tente minimizá-los e não transformá-los no principal assunto da sua conversa. 
Afinal, eles só afetam você e são problemas seus e do seu médico. 
Lamentações não servem para nada.

18. Se você foi ofendido por alguém, perdoe
Se você ofendeu alguém, peça perdão. 
Não arraste ressentimentos pela vida. 
Eles só servem para deixar você amargurado e triste. 
Alguém disse que "guardar ressentimentos é como tomar veneno esperando que faça efeito em outra pessoa." 
Não se deixe envenenar.

19. Se você tem uma crença ou pratica uma religião, conserve-a. 
Mas orar e tentar converter os outros o tempo todo como um fanático não levará a nada. 
Se você é religioso, viva a sua fé intensamente, mas com discrição.

20. Ria-se muito, ria-se de tudo. 
Você é um sortudo, você está tendo uma vida longa, e a morte só será uma nova etapa, uma etapa desconhecida, assim como foi incerta toda a sua vida.

21. Não faça caso do que dizem a seu respeito, e menos ainda do que pensam de você.  
Se alguém lhe diz que agora você não faz nada de importante, não se preocupe. 
A coisa mais importante já está feita:-
- Você e sua história, boa ou ruim, foi e ainda está sendo escrita. 
Agora, é o momento de descansar, ficar em paz e ser tão feliz quanto for possível.

E LEMBRE-SE:-
- "A vida é muito curta não beber um bom vinho!" 
 










sábado, 17 de junho de 2017

Depressão ou Obsessão ?


Depressão ou Obsessão ?

como identificar a diferença ? 



É um transtorno do humor, com baixa da atividade geral, levando ao sofrimento íntimo profundo, desesperança, falta de fé em Deus, em si próprio e na vida. 

A ciência médica ainda não tem, claramente, o conhecimento da origem da depressão. 

Fala-se em distúrbios dos neurotransmissores a nível do sistema nervoso central, de herança genética de pressão social, frustrações, perdas precoces importantes e outras mais; porém, embora todas as possibilidades acima sejam verdadeiras como desencadeadoras, não explicam porque alguns indivíduos, sofrendo as mesmas contingências, não desenvolvem um quadro depressivo. 

Todas as possibilidades acima são efeitos e não causas.

A causa da depressão vige na alma e não somente no corpo físico. 

O conflito do deprimido remonta a causas pretéritas, provavelmente longínquas, com repercussão no presente. 

O cerne da questão liga-se a não identificação do amor divino e da paternidade do Criador. 

Por isso a rebeldia tão comum no deprimido.

Revolta-se contra as leis, desdenha a própria vida, não concordando em ter sido criado, vai com facilidade ao suicídio (10 a 15% dos deprimidos se suicidará . 

Num ato de rebeldia extrema tentam devolver a própria vida ao Criador.

Adão e Eva não representam um simples mito, mas sim a dura trajetória da humanidade.
O deprimido apresenta duas características:-
 - Egoísmo e Agressividade.

Egoísmo por crer que sua dor é a maior do mundo e agressividade voltada principalmente contra si próprio. 

Não pensam que seus atos irão fazer sofrer os que vão ficar.

A essência da existência é o elo Criador-criatura, Pai-filho. 

A ruptura deste elo pelo deprimido suicida é extremamente sofrida, pois, talvez, repete o desligamento havido outrora, quando da separação Pai e filho. 

Por isso as perdas precoces falam alto ao coração do deprimido.

Entendemos que a primeira queda forma um clichê mental na vida do espírito, de modo que haveria uma tendência neurótica à repetição do mesmo erro durante as futuras reencarnações.

Estão incitas no perispirito as matrizes da depressão. 

O corpo físico reflete o corpo espiritual. 

Se o reencarnante traz insculpido no seu psicossoma as matrizes da depressão, elas influenciarão ativamente na seleção genética dos elementos que poderão viabilizá-la na vida física, caso o interessado deseje. 

Doenças são efeitos e não causas. 

Assim podemos ,de maneira geral, dizer que a não identificação do Amor Divino e do Pai, leva à falta de fé, e esta à insegurança que desperta o egoísmo (como defesa). 

As excrescências do egoísmo são a vaidade, orgulho, inveja, revolta. 

E observando, vamos encontrar como ponto central da mente dos encarnados uma destas excrescências como núcleo motor da personalidade. 

Se for a rebeldia , a tendência pode ser a depressão. 

A taxa de prevalência é de 7 a 17 % e o gene participante é dominante e deve encontrar-se no cromossoma 11, embora haja uma tendência entre os geneticistas em aceitar como mais provável uma interação poligênica.TRATAMENTO:-
O tratamento deverá ser abrangente, holístico. 

Para efeito didático, diremos:-
 - Médico, Psicológico, Social e Principalmente Espiritual. 

O tratamento médico é imprescindível na fase crítica. 

O uso de antidepressivos é decisivo para restabelecer a fase aguda.

Sabe-se que alguns neurotransmissores estão envolvidos na depressão, tais como:-
- Noroadrenalina , Serotonina , Dopamina e outros. 

O uso dos antidepressivos estabelece a harmonia químico cerebral, melhorando o humor do paciente . 

Cuidam simplesmente do efeito, pois os medicamentos não curam a depressão; provavelmente restabelecem o trânsito das mensagens neuroniais, melhorando o funcionamento neuroquímico do SNC (sistema nervoso central).

A parte orgânica também tem que ser cuidada, em especial quando muito acometida. 

De maneira geral, melhorando o humor, todo o organismo tende a melhorar. 

Há que ter muito cuidado com os processos depressivos, porque várias afeções mórbidas costumam ganhar expressão no organismo após ou concomitantemente a uma depressão, pois o sistema imunológico é profundamente afetado por ela. 

O tratamento psicológico ganha importância pelo fato de auxiliar no auto-conhecimento, nas resoluções de conflitos e tomada de posição diante dos problemas.

A orientação social é necessária em especial naquela porcentagem de deprimidos (20%) que apresentam seqüelas profissionais após várias crises. 

Perdem EMPREGOS , família e consideração social, entrando num círculo vicioso agravante de seu problema. 

O tratamento espiritual é importantíssimo porque o " espírito é o fundamento da vida". 

Quando não valorizamos o tratamento espiritual, os resultados costumam ser precários, as recidivas constantes, com uma tendência ao envelhecimento precoce.

Sintetizando, diríamos que com a aquisição do livre-arbítrio, o ser adquiriu o sagrado direito da condução do seu destino. 

Para que isto ocorresse dentro do espírito de justiça que norteia o cosmos, ele não poderá ser influenciado pelo atavismo biológico e psicológico nas suas primeiras decisões. 

Não seria justo condenar a quem teve por contingências evolutivas , matar para viver, na cadeia predatória da vida.

O conhecimento não nos exime das tendências adquiridas nos processos evolutivos.

"Contra nossos anseios de luz, há milênios de trevas". 

Por isso, um dia alhures, quando da primeira opção consciente o espírito tinha que ser livre de qualquer influenciação pretérita, para que possamos falar de livre-arbítrio.

O grande percalço foi não ter identificado a paternidade Divina, o Amor de seu Pai. 

Porque uns identificaram e outros não, ainda não sabemos. 

Por isso a falta de fé está na raiz dos males da humanidade. 

Diz o evangelho que:-
- A fé é a mãe das virtudes, o caminho da redenção. 

"Que aquele que tem fé acredita mais em seu Criador que em si mesmo.

"Como dissemos anteriormente, a falta de fé levou a insegurança, esta despertou o egoísmo (como defesa) , esta suas excrescências:-
- Orgulho, inveja, vaidade. revolta, movido por um destes sentimentos o espírito em evolução na terra optou criando o carma em sua existência. 

Esta primeira opção criou um clichê mental que passou a influenciar suas futuras decisões. 

No deprimido encontramos uma revolta contra o seu Criador.

Como não pode destruí-lo, tenta destrui-se, destruindo-o em si. 

Sua crença é voltada para o negativo, é muito voltado para si e seus males (muito egoísta) . 

Seduz o mundo com sua dor. 

É pouco responsável em seus atos (embora pareça o contrario). 

E tem dificuldade no auto e eterno perdão. 

É perfeccionista por orgulho e vaidade. 

Tem convicção no fracasso.

Apresenta extrema agressividade voltada para si. 

Vinga-se de Deus e dos que amam-no. 
(70% pensam no suicídio e de 10 a 15% cometem-no). 

VIVE criando culpa por recapitularem o erro primeiro. 

É cheio de remorso por bagatelas - muitas doenças são originadas nele ou tem nele seu desenvolvimento acelerado.

O deprimido nega-se a viver, dissipa suas energias vitais em ruminações negativas. 

Os órgãos mais afetados são os pulmões e intestinos. 

No passado era comum os deprimidos românticos morrerem de tuberculose. 

Os pulmões captam os fluidos vitais SOLARES e os intestinos absorvem os alimentos e excretam as escorias. 

O centro de força mais afetado é o umbilical por ser o centro das emoções.
A depressão é a tristeza deteriorada. 

O duplo etérico é gravemente acometido apresentando dificuldades em fazer circular as energias necessárias à vida.

A áurea é acizentada demonstrando uma existência sem vida. 

No tratamento temos que orientar para a respiração a longos haustos(exercícios respiratórios), melhorando a captação da vitalidade e dissolvendo as energias negativas.

Alimentação que estimule o bom funcionamento dos intestinos, tais como frutas, verduras, banhos de sol em horários convenientes, evitar alcóolicos, fumos e excessos de carne. 

Passes fluidicos nos centros de forças genésico, esplênico e gástrico. 

Fazer exercícios físicos como caminhadas, natação e outros salutares.

Exercitar a mente de maneira consciente para olhar o lado bom das pessoas e das cousas. 

Fazer meditação, relaxamento e pequenas tarefas em favor dos semelhantes (sair de si). 

Buscar melhor convivência familiar e no trabalho, desenvolvendo o sentimento de gratidão com as pessoas, com a vida, com o Criador. 

Cultivar a oração regularmente restabelecendo a comunhão com Deus, o hábito de leituras nobres, melhorando o padrão vibratório e estimulando o sentimento de esperança.

Não podemos esquecer das obsessões espirituais que têm nos deprimidos fértil terreno para o seu acentamento.

Finalizamos com o Senhor Jesus, o médico de nossas almas, quando nos convidou ao caminho de retorno ao seio do Pai com o:-
- "Vinde a mim, todos que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. 

Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que Sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. 

Porque o Meu jugo é suave e o Meu fardo é leve". 
(Mateus , 11:28 A 30)

Há outro aspecto muito interessante, abordado pelo Espírito François de Genève, no capítulo V, de "O Evangelho Segundo o Espiritismo":-
- "Sabeis porque, às vezes, uma vaga tristeza se apodera dos vossos corações e vos leva a considerar amarga a vida? 

É que o vosso Espírito, aspirando à felicidade e à liberdade, se esgota, jungido ao corpo que lhe serve de prisão, em vãos esforços para sair dele. 

Reconhecendo inúteis esses esforços, cai no desânimo e como o corpo lhe sofre a influência, toma-vos a lassidão, o abatimento, uma espécie de apatia e vos julgais infelizes.

Dr. Jaider Rodrigues de Paula -
PSIQUIATRA / AMEMG