Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Quantas vezes Você já passou pelo "Déjàvu?"


Quantas vezes Você já passou pelo "Déjàvu?"

Você já teve a sensação de conhecer um lugar onde nunca esteve antes? 

Ou de já conhecer uma pessoa que está encontrando pela primeira vez? 

Ou, quem sabe, de já ter tido essa mesma conversa de agora? 

Esta experiência chama-se "déjà vu", um termo da língua francesa , pronuncia-se deja vi e significa "já visto". 

Ocorre porque nosso cérebro possui vários tipos de memória, tais como a memória imediata, que é capaz de repetir um número de telefone e depois esquecê-lo. 

Ou a memória de curto prazo , que dura algumas horas , e a memória de longo prazo, capaz de durar meses ou até anos. 

E tem ainda a memória transpessoal, que somente agora está sendo investigada, que registraria as experiências de vidas passadas. 

Muitas pessoas não admitem este tipo de memória porque, por motivos científicos ou religiosos, não aceitam a ideia de reencarnação. 

Henry Ford, uma das maiores inteligências do século passado, criador das modernas linhas de montagem e considerado o pai do automóvel, passou por algumas experiências de "déjà vu" e por mais que investigasse, não encontrava explicação para as mesmas. 

Até que leu um livro sobre Reencarnação e a partir daí tudo ficou bem mais claro. 

Eis o seu próprio testemunho, em 26/08/1928 , publicado no jornal San Francisco Examiner: 

"Quando eu era jovem, sentia-me como muitos outros, aturdido. 

Via-me fazendo perguntas a mim próprio:-
 - Para que estamos aqui? 

Não encontrava resposta. 

E, sem uma resposta a essa pergunta, a vida fazia-se vazia, inútil. 
 
Então, certo dia, um amigo entregou-me um livro que me deu a resposta que eu tanto esperava. 

Mudou toda a minha vida. 

Do vazio e da inutilidade, meus pontos de vista passaram para uma vida de propósitos e significação. 
 
Acredito que estamos aqui, agora, e tornaremos a voltar. Disso eu tenho certeza. 

Aqui estamos com um propósito e continuaremos com ele. 

Mente e memória são eternas. 
 
Adotei a teoria da reencarnação quando tinha vinte e seis anos. 

A religião nada me oferecia nesse ponto. 

O próprio trabalho não podia me dar inteira satisfação. 

O trabalho é fútil se não podemos utilizar a experiência que reunimos numa vida, para usá-la na próxima. 
 
Quando descobri a reencarnação foi como se tivesse encontrado um plano universal. 

Compreendi que havia uma oportunidade para pôr em jogo as minhas idéias. 

O tempo já não era limitado. 

Eu já não me sentia aprisionado aos ponteiros do relógio. 
 
Gênio é experiência. 

Algumas pessoas parecem pensar que se trata de um dom ou um talento. 

Mas ele é fruto de longa experiência, em muitas vidas. 

Algumas almas são mais antigas do que outras, por isso sabem mais. 
 
A descoberta da reencarnação tranquilizou a minha mente. 

Se registrarem esse meu pensamento, registrem de forma a tranquilizar a mente dos homens. 

Eu gostaria de comunicar aos outros a calma que a visão da reencarnação nos dá!". 
Contribuição de Pedro Fagundes Azevedo
Psicólogo Transpessoal
 Centro Espírita Caminhos de Luz
Pedreira-SP
Brasil 

A Terra


A Terra

A Terra é um gigantesco aparelho cósmico emque fazemos, a pleno céu, nossa viagem evoluliva.

 Emmanuel

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Alegria


Alegria

A Alegria é o cântico das horas com que Deus te afaga a passagem no mundo.
Em toda parte, desabrocham flores por sorrisos da natureza e o vento penteia a cabeleira do campo com música de ninar.

A água da fonte é carinho liquefeito no coração da terra e o próprio grão de areia, inundado de sol, é mensagem de alegria a falar-te do chão.

Não permitas, assim, que a tua dificuldade se faça tristeza entorpecente nos outros.

Ainda mesmo que tudo pareça conspirar contra a felicidade que esperas, ergue os olhos para a face risonha da vida que te rodeia e alimenta a alegria por onde passes.

Abençoa e auxilia sempre, mesmo por entre lágrimas.

A rosa oferece perfume sobre a garra do espinho e a alvorada aguarda, generosa, que a noite cesse para renovar-se diariamente, em festa de amor e luz.

MeiMei
Francisco Cândido Xavier
 

O Tesouro da Oração



A oração deve abrir espaços no tempo do cristão, a fim de preencher-lhe os vazios do sentimento.

Mais do que um amontoado de palavras, a oração é um ato de interação entre a alma e Deus.

Não importa a posição do corpo, no ato de orar, mas a da alma que se eleva quanto mais reconhece a própria pequenez.

Ato de humildade, de adoração, de fé, a oração é o pulsar do desejo humano na vibração do amor divino.

O homem que ora abre-se ao amor, e a vida plenifica-o com paz.

A oração, talvez, não mude as circunstâncias nem impeça as ocorrências, mas dá visão para compreendê-las e forças para superá-las.

Mediante a oração, o homem marca o seu encontro com Deus. 
 
Sem esse contato, desacostuma-se de conversar com Ele, perde a compreensão para os Seus desígnios, terminando por esquecê-Lo, e, quando deseja reatar o intercâmbio, aturde-se, sem saber como fazê-lo.

Deus espera pelo homem, e a oração é o veículo que o aproxima d'Ele.

Muitas criaturas buscam Deus quando estão desesperadas, e, porque perderam o Seu endereço, o apelo não consegue alcançar o alvo. 
 
A oração é o meio seguro de saber onde Ele se encontra.

A oração mais eficiente é a que se faz através da ação do bem ao próximo sob a inspiração do amor.

 Joanna de Ângelis
Divaldo Franco Pereira 

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Se não Tens Paciência !!!


Se não Tens Paciência !!!

A paciência vive na base de todas as boas obras.

Acalentarás sublime ideal; contudo, se não tens paciência de realizá-lo…

Sonhas cumprir elevada missão; mas, se não tens paciência de sofrê-la…

Levantarás preciosa instituição; contudo, se não tens paciência de sustentá-la…

Queres a felicidade no lar; mas, se não tens paciência de construí-la…

Planejas belo futuro para teu filho, contudo, se não tens paciência de educá-lo…

Aspiras a determinada profissão; mas, se não tens paciência de aprendê-la…

Sem paciência, os mais altos projetos resultam em frustração.

Observa o pomicultor que deseja fruto na árvore.

Primeiro, a paciência de preparar a gleba. 

Em seguida, a paciência de plantar, de cultivar, de defender, de auxiliar e de esperar a colheita madura.

O tempo não respeita as edificações que não ajudou a fazer.

45 Lições que a Vida me Ensinou...


 
Regina Brett, 90 anos...
 
45 Lições que a Vida me Ensinou...

1. A vida não é justa, mas ainda é boa...

2. Quando estiver em dúvida, apenas dê o próximo pequeno passo.

3. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.

4. Seu trabalho não vai cuidar de você quando você adoecer. 

Seus amigos e seus pais vão.
Mantenha contato.


5. Pague suas faturas de cartão de crédito todo o mês.

6. Você não tem que vencer todo o argumento.
Concorde para discordar.

7. Chore com alguém. 

É mais curador do que chorar sozinho.

8. Está tudo bem em ficar bravo com Deus.
Ele aguenta.


9. Poupe para a aposentadoria começando com o seu primeiro salário.

10. Quando se trata de chocolate, resistência é em vão.

11. Sele a Paz com seu passado, para que ele não estrague o seu presente.


12. Está tudo bem em seus filhos te verem chorar.

13. Não compare a sua vida com a dos outros.

Você não tem idéia do que se trata a jornada deles.

14. Se um relacionamento tem que ser um segredo, você não deveria estar nele.


15. Tudo pode mudar num piscar de olhos:-
- Não se preocupe, Deus nunca pisca.


16. Respire bem fundo. 

Isso acalma a mente.

17. Se desfaça de Tudo o que não é Útil, Bonito e Prazeiroso.

18. O que não te mata, realmente te torna mais forte.


19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda só depende de você e mais ninguém.

20. Quando se trata de ir atrás do que Você ama na vida, não aceite “não” como resposta.

21. Acenda velas, coloque os lençóis bonitos, use a lingerie elegante. 

Não guarde para uma ocasião especial. 
Hoje é especial.

22. Se prepare bastante, depois deixe-se levar pela maré...

23. Seja excêntrico agora, não espere ficar velho para usar roxo.

24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.

25. Ninguém é responsável pela sua felicidade, além de Você.

26. Encare cada “chamado desastre” com essas palavras:- - Em cinco anos vai importar?

27. Sempre escolha a Vida !!!


28. Perdoe Tudo, de Todos.

29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.

 
30. O tempo cura quase Tudo. 

Dê Tempo.
 
31. Independentemente se a situação é boa ou ruim, irá mudar.

 
32. Não se leve tão a sério. 

Ninguém mais leva...

33. Acredite em milagres.

34. Deus te ama por causa de quem Deus é, não pelo que você fez ou deixou de fazer.

 
35. Não faça auditoria de sua vida. 

Apareça e faça o melhor dela agora.

36. Envelhecer é melhor do que a alternativa:-
- Morrer jovem.

37. Seus filhos só tem uma infância.

38. Tudo o que realmente importa no final é que Você amou.

39. Vá para a rua todos os dias. 

Milagres estão esperando em todos os lugares.

40. Se todos jogássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos os de todo o mundo, pegaríamos os nossos de volta.

41. Inveja é perda de tempo. 

Você já tem tudo o que precisa.

42. O melhor está por vir.

43. Não importa como você se sinta, levante, se vista, e apareça.

44. Produza.

45. A vida não vem embrulhada em um laço, mas ainda é um presente...
Regina Brett, 90 anos...
Autor desconhecido

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Perdoar é Libertar-se


Perdoar é Libertar-se

Quando a mágoa que sentimos começa a se alastrar em nosso coração como uma sombra que vai tomando conta de nossos sentimentos nos trazendo dor e sofrimento diários, é hora de começar a considerar o perdão.

Antes que alguém me diga:-
- “Ah falar é fácil...” já vou me antecipar e dizer que não acho nada fácil perdoar. 

Perdoar requer desprendimento de nós mesmos e compreensão do outro, e normalmente não estamos habituados a praticar nem uma coisa nem outra, por isso exercitar o perdão exige que coloquemos nosso coração acima de nossas expectativas.

Algumas vezes as pessoas que amamos ou confiamos nos surpreendem negativamente com atitudes que não pudemos prever. 

Fato é que:-
- De repente, a vida nos coloca frente a frente com a verdade que se apresenta como uma lâmina dilacerando nossa alma, matando nossos sonhos e tirando o chão sob nossos pés; 

- Outras vezes é a mentira que vem ao nosso encontro e rouba a paz e a tranquilidade que tínhamos transformando a nossa vida e virando tudo de cabeça para baixo. 

De um jeito ou de outro tudo que podemos sentir é que nosso mundo se desfez. 

Dor, mágoa, revolta, ódio, adentram nosso coração. 

Dia após dia alimentamos esses sentimentos e somos consumidos por eles. 

Os sentimentos bons que existiam dentro de nós adoecem e perdem força, suprimidos por estes novos sentimentos aos quais nos apegamos. 

Não percebemos que esses novos sentimentos nos afundam e aprofundam cada vez mais o ciclo dessa dor.

Como então perdoar alguém que tanto nos modificou interiormente? 

Que nos bagunçou e bagunçou a nossa vida? 

Como já falei e vou repetir, não é fácil... 

Mas o que eu ainda não disse, é que eu acredito que seja possível!! (até porque perdoar é preciso para continuar...)

Perdoar é libertar-se da dor, é retirar de nós um fardo que não escolhemos mas que aceitamos carregar. 

Não escolhemos ser ofendidos, não pedimos para ser caluniados, não queríamos ser enganados, essas escolhas não foram nossas, mas, "se as retivermos dentro do nosso coração estaremos aceitando o peso do sofrimento que esses sentimentos causam na nossa alma."

Quando permitimos que esses sentimentos permaneçam dentro de nós, estamos aceitando o fardo da dor e do sofrimento, afastando assim a possibilidade de um recomeço.

Veja bem, estou falando de perdoar, não de esquecer, são coisas diferentes, perdoar não é esquecer. 

Perdoar é parar de reviver a dor que o fato ocorrido causou mais vezes do que o necessário, não permitindo que essa dor se alastre mais do que seu próprio tamanho dentro de nossos corações.

"Perceba que quando você alimenta essa dor, é você quem sofre não o outro."

É você quem revive esses fatos e se machuca novamente a cada lembrança. 

Não podemos evitar que o outro nos machuque, mas podemos impedir que essa dor nos consuma. 

Perdoar é libertar-se da dor, deixando o peso para trás, não é esquecer o que aconteceu, mas impedir que isso continue nos atingindo.

Tenha em mente que quem ofende, engana, trapaceia, é sempre alguém que ainda está em um processo de recuperação de si mesmo, de seus valores e princípios, é alguém que se perdeu, não se deixe perder junto dele. 

Se alguém te ofendeu, continue sendo a pessoa que você é e não quem ele disse que você era. 

Se alguém te traiu, conserva tua dignidade. 

Se alguém te enganou permanece honesto e no caminho certo. 

Se todos se viraram contra você, continua de frente consigo mesmo. 

Se roubarem a tua paz, mantenha sereno o teu coração.

O maior beneficiado com o perdão não é o ofensor (que ainda tem que acertar contas com sua própria consciência), mas sim o ofendido, porque uma vez liberto desse sentimento que o aprisiona estará apto a prosseguir com sua própria vida mais leve e sereno, pois o perdão acalma o coração de quem perdoa deixando-o mais lúcido para tomar decisões e fazer novas escolhas.

Maisa Baria
.................................................................
https://www.facebook.com/maisabariapensamentos

Onde está a Riqueza


Onde está a  Riqueza

Muitas pessoas querem a todo custo ganhar muito dinheiro e se tornarem ricas.

Mas a riqueza não está nos bens, no dinheiro e ou no patrimônio material que possuímos.

Riqueza é poder acordar todas as manhãs e abrir os olhos.

Riqueza é poder abrir a janela e sentir os primeiros raios de luz do sol.

Riqueza é poder saborear sem pressa o pão de cada manhã.

Riqueza é poder caminhar, falar, rir e brincar.

Riqueza é poder abraçar, fazer carinho, dar afeto e cuidar.

Riqueza é poder amar e ser amado, é dar e receber, é perder, ganhar e aprender com as lições da vida.

Riqueza é louvar a simplicidade da vida e do momento presente.

Riqueza é não precisar de nada para ser livre e feliz.

Riqueza é caminhar na praia, molhar os pés no mar, sentir a areia quente.

Riqueza é poder rolar na grama, sujar as mãos na lama, correr no campo, e beber água dos rios.

Riqueza é dormir ao relento, observando as estrelas, e vendo uma estrela cadente cruzando o céu noturno.

Riqueza é não cultivar nenhuma preocupação e sentir uma alegria desprendida, calorosa e livre.

Ninguém precisa de coisa alguma para possuir essa riqueza, a riqueza das riquezas.

A riqueza das riquezas é viver e deixar a vida fluir em todo o nosso ser, sem bloqueios.

A riqueza das riquezas é ser livre, libertar-se de tudo que nos oprime, é perdoar, é soltar as mágoas, é desimpedir-se de tudo.

A riqueza das riquezas é sentir a gratuidade da vida, é estar presente e sentir no momento atual a eternidade.

E finalmente, a riqueza das riquezas, é ter o bem mais precioso de todos:-
- A Paz de Espírito.

Hugo Lapa

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Liderança


Liderança

Não raro, ouvimos respeitáveis representantes das comunidades terrestres, reclamando Líderes capazes de conduzi-las à concórdia e ao progresso, sem ódio e destruição.

Justo, no entanto, não esquecer que a Terra conhece o Líder de todos os Líderes humanos, habilitados a guiar a coletividade para o Reino do Bem.

Importante refletir que Ele transportava consigo a própria grandeza sem mostrar consciência disso.

Não colheu da vida mais que o necessário à própria sustentação.

Associou-se a companheiros tão pobres e tão anônimos quanto ele o era no início da revelação de que se fazia mensageiro, a fim de realizar o apostolado que trazia.
 
Aconselhou o respeito aos condutores do poder humano, mas nunca indicou a desordem e a crueldade para a solução dos problemas do mundo.

Conviveu com a multidão, compadecendo-se de suas aflições e necessidades.

Chamava a si os pequeninos, de modo a ouvi-los atentamente.

Amou aos enfermos, aliviando-lhes as enfermidades, com a força do amor, nascida na oração.

Amparou aos irmãos obsessos e dialogou com os desencarnados sofredores, endereçando-lhes expressões de esclarecimento e reconforto.

Alimentou os famintos, antes de ministrar-lhes a verdade.

Ensinou o perdão e a tolerância.

Não possuía ouro nem prata que lhe garantisse a influência.

Acusado sem culpa, aceitou agravos e injúrias, sem defender-se.

Executado por alguns de seus contemporâneos que se lhe faziam adversários gratuitos, portou-se com humildade e grandeza de espírito, rogando a benevolência dos Céus para os seus próprios inimigos.

Entretanto, desde que desapareceu do cenário dos homens, passou a viver mais intensamente na Terra, conquistando corações para a sua causa.
 
Em quase vinte séculos, famosos condutores de povos foram esquecidos.

No entanto a influência do Líder dos Líderes do mundo, sem ameaças e sem armas, cresce com os dias.

Quem estiver procurando Liderança na Terra, saiba que ele, Jesus Cristo, até hoje tem o nome de Senhor Jesus e, no limiar do terceiro milênio dos tempos novos, temo-Lo sempre por Esperança das criaturas e Luz das nações.

        

Livro:- Paciência
 Lição 01 - página 13

Emmanuel
 Francisco Cândido Xavier
Fonte: Gaivota da Paz

Gentilezas Salvadoras


Gentilezas Salvadoras

“Aquele cuja afabilidade e doçura não são fingidas nunca se desmente; é o mesmo, tanto em sociedade, como na intimidade.” 
Lázaro -
O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo IX, item 6.

Quando você afasta do piso uma casca de fruta deixada pela negligência de alguém, não pratica apenas um ato de gentileza. 

Evita que algum desavisado escorregue, sofrendo tombo violento.

Ao ceder o lugar num transporte coletivo a um ancião, você não realiza um gesto de cortesia somente. 

Atende a um corpo cansado, poupando as energias de quem poderia ser seu genitor.

Se você oferece braço moço à condução de um volume, poupando aquele que o carrega, não pratica unicamente uma delicadeza. 

Contribui fraternalmente para o júbilo de alguém que, raras vezes, encontra ajuda.

Portando a boa palavra em qualquer situação, você não atende exclusivamente à finura do trato. 

Realiza entre os ouvintes o culto do verbo são, donde fluem proveitosos e salutares ensinamentos.

Silenciando uma afronta em público, você não atesta apenas o refinamento social. 

Poupa-se à dialogação violenta, que dá margem a ódios irremediáveis.

Se você oferece agasalho a algum desnudo, não só atende à delicadeza humana, por filantropia. 

Amplia a cultura da caridade pura e simples.

Ao sorrir, discretamente, dando ensejo a um desafeto de refazer a amizade, você não age tão somente em tributo à educação. 

Apaga mágoas e ressentimentos, “enquanto está no caminho com ele”.

Procurando ajudar um enfermo cansado a galgar e vencer dificuldades, você não procede imbuído apenas de gentileza. 

Coopera para que a vida se dilate no debilitado, propiciando-lhe ensejos evolutivos.

Atendendo impertinente criança que o molesta, num grupo de amigos, você não se situa só na formosura da conduta externa. 

Liberta um homem futuro de uma decepção presente.

No exercício da gentileza, a alma dilata recursos evangélicos e vive o precioso ensino do Mestre ao enfático doutor da lei, com afabilidade e doçura, quando Ele afirmou:-
- “Vai e faze o mesmo!”.


 "Glossário Espírita Cristão"
3ª Edição 
Capítulo 18
 Salvador - BA
 LEAL
1976

Marco Prisco
Divaldo Preira Franco