Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 20 de novembro de 2016

Abri a janela do meu coração !


Abri a janela do meu coração !

Abri a janela do meu coração
E mandei o vento levar a tristeza,
Levar a dor, a mágoa e a desilusão,
Para a luz do sol encher de beleza,
Dei um sorriso para alguém que passava,
Maravilhei-me com o voo de um beija-flor,
Meus olhos o seguiam enquanto ele dançava,
Tal como seguem o meu amor por onde for
Abri a janela do meu coração
Com lagrimas reguei as flores do meu jardim,
Flores plantadas por ti com tanta paixão
Exalando o perfume de rosas sem fim.


Vesti minha alma com aquele perfume,
Meu coração é uma palheta de aquarela,
Dentro dele as cores cintilam como um lume,
Espantando o triste inverno da minha janela.


Abri a janela do meu coração,
Sonhei novos sonhos, sonhos sem fim.


Sonhos tecidos com tanto amor e paixão

Que a felicidade enfim veio habitar em mim!

 Analuz Carvalho
Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário