Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 27 de setembro de 2016

A Raça dos Desassossegados !!!




Pertenço (desde menina o sei) à essa raça, a raça dos desassossegados, aqueles que estão sempre inquietos, exigentes conosco mesmo, que amam com atropelos, amam os sonhos e as fantasias, não se aquietam por nada e so sossegam quando se reconhecem. 

Creio que somos uma raça abençoada. 
 Vejam só:-
A RAÇA DOS DESASSOSSEGADOS
Martha Medeiros 

“À raça dos desassossegados pertencemos todos, negros e brancos, ricos e pobres, jovens e velhos, desde que tenhamos como característica desta raça comum, a inquietação que nos torna insuportavelmente exigentes com a gente mesmo e a ambição de vencer não os jogos, mas o tempo, este adversário implacável.

Desassossegados do mundo correm atrás da felicidade possível, e uma vez alcançado seu quinhão, não sossegam:- 
- Saem atrás da felicidade improvável, aquela que se promete constante, aquela que ninguém nunca viu, e por isso sua raridade. 

Desassossegados amam com atropelo, cultivam fantasias irreais de amores sublimes, fartos e eternos, são sabidamente apressados, cheios de ânsias e desejos, amam muito mais do que necessitam e recebem menos amor do que planejavam.

Desassossegados pensam acordados e dormindo, pensam falando e escutando, pensam ao concordar e, quando discordam, pensam que pensam melhor, e pensam com clareza uns dias e com a mente turva em outros, e pensam tanto que pensam que descansam.

(..) Desassossegados têm insônia e são gentis, lhes incomodam as verdades imutáveis, riem quando bebem, não enjoam, mas ficam tontos com tanta idéia solta, com tamanha esquizofrenia, não se acomodam em rede, leito, lamentam a falta que faz uma paz inconsciente. 

Desta raça somos todos, eu sou, só sossego quando me aceito.”


Analuz Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário